Travessia Petrópolis x Teresópolis

Mais informações ao meu e-mail

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Copiar amigos (separar emails por vírgula)

 Aceito receber notícias de futuras expedições, cursos ou viagens

Sobre

Travessia Petrópolis x Teresópolis

Data – 07/09/2017 a 10/09/2017

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos está localizado na Serra do Mar do Estado do Rio de Janeiro, entre as cidades de Petrópolis e Teresópolis. O PARNASO, como é carinhosamente conhecido, já serviu de campo de caça para a Princesa Isabel e era onde a nata da sociedade brasileira passava suas férias em uma época que a cidade do Rio de Janeiro era a capital do país.

Com suas belas montanhas e paisagens lindíssimas, foi consagrado como um dos mais belos parques do Brasil. De lá, pode-se avistar a Baía de Guanabara, o Corcovado, Pão de Açucar e Pedra da Gávea. A Travessia da Serra dos Órgãos é a mais clássica travessia do Brasil e um belo desafio para quem se aventurar por suas montanhas.

Os requisitos para que você possa participar desta expedição são:

•    Preencher a ficha médica e ter ela aprovada pelo guia
•    Experiência em caminhadas com mais de 6 horas
•    Treinamento cárdio-vascular razoável
•    Vontade de se divertir
•    Alvará da namorada(o) ou esposa(o) para a culpa não cair no guia!
•    Ler todas as informações disponíveis no website

Itinerário

Travessia Petrópolis x Teresópolis – 4 dias

Próxima data a confirmar

Dia 1 – São Paulo/ Petrópolis 

Nosso ponto de encontro será na Rodoviária Tietê as 21h00 com saída em grupo para a Rodoviária de Petrópolis. A Chegada na cidade de Petrópolis por volta das 6h30. Vamos tomar café da manhã em uma padaria da cidade (não incluso) e nos dirigir à entrada do parque.

Podemos comprar a sua passagem rodoviário e entregar no ponto de encontro com o grupo.

*Dependendo do grupo vamos organizar um sistema de comboio e caronas, onde os custos de cada carro disponível será dividido entre todos os ocupantes daquele carro.

Refeição não é incluída, pernoite será feita no transporte.

Dia 2 – Petrópolis / Castelo do Açú – 7km

Em um primeiro momento, caminharemos por uma região de Mata Atlântica bastante agradável, sempre subindo rumo ao topo da montanha. Após o trecho de mata, passaremos a caminhar por Campos de Altitude, com o corpo exposto ao vento e ao sol. Este dia tem uma subida bem íngreme, exigindo bastante força nos joelhos, porém, é um dia curto. Chegaremos nos Castelos do Açu no final da tarde, onde vamos montar o acampamento e começar a preparar o jantar.

Incluído: Lanche de trilha e jantar

Dia 3 – Castelo do Açú / Pedra do Sino – 11km

Vamos acordar antes do sol raiar e, após o café da manhã, desmontaremos o acampamento e arrumaremos as mochilas para mais um dia de travessia. Vamos cruzar o trecho mais difícil do parque neste dia. Serão 6 montanhas a serem vencidas, com uma via ferrata no meio e muitas subidas e descidas. É neste dia também que vamos enfrentar o famoso cavalinho, que nada mais é que uma rocha no meio do caminho. Ao chegarmos na Pedra do Sino, vamos montar o acampamento e, enquanto nossa equipe começa a preparar as coisas para o jantar, o grupo segue ao cume da pedra para apreciar o visual impressionante que tem lá do alto, claro, curtindo um belo pôr do sol. Incluído: Café da manhã, lanche de trilha e jantar

Dia 4 – Pedra do Sino / Teresópolis / São Paulo 12km

Novamente vamos acordar antes do sol raiar e aproveitar o nascer do sol, enquanto nossa equipe prepara o café da manhã. Após comer, vamos desmontar o acampamento, arrumar as mochilas e enfrentar a longa descida que temos pela frente. Neste dia, só desceremos, os 12 km, rumo a Teresópolis. Durante todo o trajeto, caminharemos em meio a Mata Atlântica até chegarmos na sede de Teresópolis do Parque. Ao chegarmos, vamos tomar um banho quente e vamos ao restaurante, brindar nossa conquista. Após o almoço (não incluso), retornaremos a cidade a São Paulo, com chegada prevista para as 22h00 na Estação Vergueiro do Metrô. Incluído: Café da manhã e lanche de trilha

** O itinerário disponível aqui está sujeito à mudanças devido à condições climáticas, performance do grupo ou mudanças políticas/administrativas do local em questão.

Equipamentos

Todos os clientes GentedeMontanha.com tem desconto de 10% à vista na Loja Alta Montanha. Trata-se da loja virtual com mais variedade de equipamentos de montanha no Brasil. O desconto só é validado para clientes ou ex-clientes do GentedeMontanha.com. O desconto aparece automaticamente quando o cadastro for feito usando o mesmo email que nós temos no seu cadastro. Caso seu desconto não apareça por favor informe o nosso atendimento. Se você é um cliente novo, o seu desconto será validado à partir do início do pagamento.

O equipamento é uma das partes essenciais para o sucesso de uma expedição. Siga esta lista rigorosamente e nos informe qualquer dúvida. O equipamento será checado pelo guia logo após a sua chegada. Veja a lista por partes:

Cabeça
  • bone

    Boné ou chapéu

    Um boné ou chapéu para proteger do sol

    Quantidade: 1
    Comprar
  • 141xNxExplorer_noir-vert_J326-514_1722_2.png.pagespeed.ic.jZ4TkJQUm8

    Óculos para montanha

    Categoria 3 ou 4 – com proteção lateral ou que cubra todo o rosto.

    Aprenda a escolher um óculos de montanha para comprar.

    Quantidade: 1
    Comprar
  • 115149251_1GG

    Protetor labial e solar

    Precisamos um protetor de pelo menos FPS 30. Pode ser comprado em qualquer farmácia local.

    Quantidade: 1
  • batteries

    Pilhas

    AA ou AAA dependendo de sua lanterna. Considere levar um jogo de pilhas de lithium para o dia de cume.

    Quantidade: 1
    Comprar
  • 141xNxlanterna.png.pagespeed.ic.HMEfehu_q6

    Lanterna de Cabeça

    Lanterna de LED ou foco, à pilhas. Preferencia para lanternas com mais de 120 lumens.

    Quantidade: 1
    Comprar
Tronco
Mãos
  • Luvas-segunda-camada

    Luvas de segunda camada

    Luvas leves de fleece ou polartec para dias frios ou com vento

    Quantidade: 1
    Comprar
Pernas
Pés
  • bota

    Bota de caminhada

    Botas de caminhada de qualidade e em bom estado. Devem ser à prova d’água e de preferência, já amaciadas.

    Para ver botas unisex clique em “Comprar”. Para ver opções de botas femininas, clique aqui.

    Leia artigo que explica como comprar uma bota de trekking.

    Quantidade: 1 par
    Comprar
  • Crocs ou chinelo

    Par de crocs, chinelos ou sandálias para descansar os pés enquanto estamos na base.

    Quantidade: 1 par
    Comprar
Diversos
  • Bast∆o-de-caminhada

    Bastão de Trekking

    Ele dá mais estabilidade em terreno solto, em gelo duro ou mesmo em neve.

    Veja qual bastão de trekking comprar em artigo do AltaMontanha.

    Quantidade: 1 Ou par
    Comprar
  • cantil

    Cantil ou garrafa

    Cantil ou garrafa (pode ser PET) para hidratação durante o percurso

    Quantidade: 2 litros
    Comprar
  • gel

    Gel de carboidrato

    Gel para ajudar a grande perda de energia no final da expedição

    Quantidade: 1
    Comprar
  • Isolante-tÇrmico

    Isolante térmico

    Em Montanhas de Altitude utilizar 2 isolantes térmicos para seu conforto e segurança. Se o seu isolante for inflável, será obrigatório você ter um isolante de espuma (EVA) para diminuir a chance que este fure

    Quantidade: 1
    Comprar
  • deuter

    Mochila

    Veja qual se adapta à sua expedição.

    Leia este artigo e saiba como escolher uma mochila de montanhismo.

    Quantidade: mínimo 55 litros
    Comprar
  • Repelente-Mosquito-1

    Repelente

    1 repelente contra os insetos que podem transmitir doenças e causar alergias.

    Quantidade: 1
  • estanque

    Saco estanque

    Ajuda a manter suas coisas organizadas e secas. Não opte por sacos de lixo, eles rasgam muito facilmente. Estes sacos serão utilizados para embalar todas as roupas e utensílios que irão na mochila.

    Quantidade: 1 ou 2
    Comprar
  • Saco-de-dormir

    Saco de dormir

    Em montanhas de altitude preferimos os sacos de pluma de ganso. Saiba mais sobre plumas de ganso

    Leia artigo sobre saco de dormir e aprenda como escolher um saco de dormir para comprar.

    Quantidade: de -5C (temperatura de conforto)
    Comprar

Perguntas frequentes

Qual será a nossa hospedagem?

Ficaremos em Barracas e faremos 2 acampamento e as barracas serão compartilhadas para 2 pessoas cada.

Vamos ficar acampados próximos aos abrigos. Apesar do parque possuir abrigos, um deles está desativado, fazendo com que tenhamos que carregar barracas.

Onde vamos nos encontrar e de onde vamos partir?

Para quem for de ônibus rodoviário conosco, vamos nos encontrar na Rodoviária Tietê.

Caso queira podemos incluir o custo para comprar a sua passagem rodoviária – R$ 300,00
*São Paulo / Petrópolis – Teresópolis / São Paulo

E se eu não for de São Paulo, vocês vão organizar transporte de outros estados?

Sim! Estamos esperando para ver de onde será a maior demanda de clientes e com um mínimo de 8 passageiros, já podemos providenciar um orçamento para um transporte para a sua cidade.

Para onde posso ligar caso não encontre vocês?

Todos os guias terão celulares que funcionam. Todos receberão estes números no e-mail de briefing da viagem dias antes da partida.

E se chover durante o roteiro e não conseguirmos fazer a travessia?

A prioridade é a segurança. Mesmo com algumas condições adversas, podemos fazer a travessia. Caso fique impossibilitado, temos alguns locais onde é possível ficar em segurança.

O que vocês vão cozinhar durante a expedição?

O cardápio é definido com as informações descritas na ficha médica. Portanto, se você é vegetariano, vegano ou até mesmo celíaco, não se preocupe, temos as opções para todo mundo comer.

E se a previsão do tempo estiver ruim para esse fim de semana?

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos tem um micro clima único, não estabelecendo assim, nenhuma conexão com a previsão do tempo das cidades próximas. O mês escolhido é durante a melhor temporada de clima, evitando assim que o tempo coloque o grupo em risco.

Vocês incluem algum equipamento?

Incluímos equipamentos de acampamento coletivo e cozinha. Além disso, levaremos kits de primeiros socorros. Os equipamentos individuais como jaquetas podem ser adquiridos com um desconto de 10% (para compras à vista via depósito bancário ou dinheiro) na Loja AltaMontanha.com.

Qual a comida que comeremos na trilha?

O lanche de trilha será feito em pontos estratégicos da travessia, no esquema “pic-nic”, onde vamos expor todas as opções sobre uma lona e cada um prepara o seu lanche.

As crianças pequenas podem ir?

Crianças a partir de 8 anos são muito bem vindas, desde que sejam ativas e estejam acostumadas a fazer trilhas que durem o dia inteiro.

Qual o limite de idade para participar desta viagem?

Aceitamos aventureiros entre 10 a 65 anos de idade nesta viagem. Consulte ante qualquer dúvida.

E se eu me machucar?

Nossos guias são socorristas experientes e carregam um completo kit de primeiros socorros. Além disso, o parque tem uma equipe de resgatistas para fazer a remoção por qualquer motivo de saúde.

Qual é a experiência necessária para esta viagem?

É importante que você já tenha feito trilhas com mais de 6 horas de duração, com boa inclinação. É imprescindível que não tenha fobia de altura, pois passamos por alguns trechos bem expostos à altura. Você deve estar muito bem treinado fisicamente e ter um bom equipamento (mochila, botas,…).

E se eu tiver alguma restrição alimentar?

Não tem problema, preencha a ficha médica e coloque as suas restrições alimentares e nós damos um jeito no cardápio para você.

Há algum desconto para grupos?

Caso tenha um grupo, mande uma mensagem para a gente. Podemos ver uma condição legal para você.

E o Transporte? Posso ir com o meu carro?

Transporte de São Paulo até Petrópolis e a volta não estão inclusos. Mas caso não tenha como ir, o pessoal vai de carona nos carros dos guias ou pega ônibus até Petrópolis e de Teresópolis para São Paulo.

Poder ir com transporte rodoviário desde São Paulo, ou com seu veículo próprio e o parque tem alguns funcionários que levam teu carro para a outra portaria, pelo valor de R$ 150,00.

Vou ficar 3 dias sem tomar banho?

Os abrigos tem chuveiro a gás, mas a fila é grande. Se quiser encarar, custa R$ 25,00 por 5 minutos.

Sugerimos este check list para 0 roteiro:

  • Mochila cargueira com pelo menos 65 litros e capa para chuva
  • Bota de caminhada impermeável e pré-amaciada
  • Isolante térmico
  • Saco de dormir para -5ºC (conforto)
  • Calça de trekking
  • Camiseta de dry fit
  • Blusa de manga longa para proteger os braços
  • Fleece
  • Anorak
  • Calça anorak
  • Luvas para frio
  • Gorro
  • Buff
  • Lenços umedecidos
  • Escova e pasta de dente
  • Snacks
  • Câmera fotográfica
  • Prato, talheres e copo
  • Muda de roupa limpa para voltar para São Paulo

E quem vai carregar as coisas?

Cada participante é responsável por carregar seus próprios equipamentos pessoais. Além disso, vamos fornecer as barracas, onde todos dormirão com outro participante. Com isso, cada participante será responsável por carregar seus equipamentos pessoais, metade da barraca e parte da comida e da cozinha.

Pedro Hauck

Fundador, guia de expedições e instrutor de rocha

Atleta apoiado pelas seguintes marcas:

thulehard

Pedro Hauck é geógrafo, mestre em Geografia Física, doutorando em geologia e montanhista há 18 anos. Ele já ministrou diversos cursos de escalada para o Ginásio 90 Graus de São Paulo e para o CPM (Curitiba-PR), além de cursos personalizados, ensinando centenas de pessoas a escalar. Pedro é hoje um dos alpinistas mais experientes do país. Só nos Andes ele conta com pelo menos 50 expedições e 46 cumes com mais de 6000 metros de altitude.

Ele é colunista e editor do Site AltaMontanha.com, um dos principais meio de comunicação do montanhismo em língua portuguesa, sendo um dos montanhistas que mais colaborou com a divulgou de conhecimento do montanhismo.

Participou voluntariamente da organização do montanhismo brasileiro. Tendo atuado como diretor de escalada do Clube Paranaense de Montanhismo, assim como da Federação Paranaense de Montanhismo e Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada.

Já participou de uma dezena de expedições à montanhas andinas, tendo alcançado cume em cerca de 85 montanhas de altitude. Em setembro de 2014 Pedro concluiu a escalada de todas as montanhas com mais de 6000 metros de altitude na Bolívia. Trata-se de 14 montanhas, muitas delas técnicas. Pedro concluiu o projeto sem apoio e sem ajuda de terceiros. Trata-se de um dos alpinistas de altitude mais experientes do país. Em pelo menos uma dezenas de cumes, Pedro foi o primeiro brasileiro a alcançá-los. Atualmente ele tem 46 montanhas acima de 6 mil metros no curriculum.

Ele possui ampla experiência em escalada em rocha no Brasil, já tendo escalado em diversos Estados, desde o Rio Grande do Sul até o Nordeste.

Premiações

Mosquetão de Ouro 2017: Em 2016, o montanhista Pedro Hauck liderou a expedição à montanha mais alta dos Andes ainda inédita a brasileiros, o Cerro Bonete Chico (6759m) e com ela também se tornou o primeiro brasileiro a escalar as 5 montanhas mais altas dos Andes. Em 2016 ele alcançou o cume de pelo menos 7 montanhas nunca escaladas por brasileiros e acumulou 20 ascensões a montanhas nos Andes. Com estas montanhas, Pedro chegou a 85 cumes em montanhas andinas, destas 46 montanhas diferentes acimas de 6 mil metros. A maior parte destas expedições foram feitas com recursos próprios, de maneira autônoma e independente.

Mosquetão de Ouro 2015: Pedro Hauck e Maximo Kausch, que moram em Curitiba PR, levaram o prêmio por terem finalizado em 2014 a escalada de todas as montanhas acima de 6 mil metros na Bolívia.

Projeto de destaque em 2014: A Mount Everest Foundation escolheu o projeto de Maximo Kausch e financiou a etapa de exploração de montanhas virgens com mais de 5000 metros de altitude.

Mais sobre Pedro Hauck

Página de Wikipedia do Pedro Hauck

Fanpage no Facebook

Página de Instagram

Site Pessoal

Coluna no site da Go Outside

Curriculum de montanha de Pedro Hauck

Veja algumas imagens de Maria Tereza Ulbrich:
Veja alguns links sobre Maria Tereza Ulbrich:

Maria Tereza Ulbrich

Atendimento

Maria Tereza Ulbrich de 34 anos é formada em turismo pela PUC PR. Ela fez o curso de escalada em rocha pelo GenteDeMontanha.com e neste breve tempo não parou mais. Dali ela escalou montanhas tradicionais do Brasil, como o Dedo de Deus, Agulhas Negras e Pão de Açucar.

Em pouco tempo ela começou com grandes altitudes e participou do Curso de Escalada em Gelo na Bolívia no Huayna Potosi. Maria já esteve em 7 montanhas de altitude extrema sendo que 5 delas com mais de 6000 metros de altitude. São montanhas como o Nevado Acay com 5750m, Macón 5420m, o Vulcão Quewar 6150m, Vulcão Sajama 6538m, Huayna Potosi 6088m, Parinacota 6356m, Acotango 6087m, o remoto Nevado Socompa com 6060m, sendo que estas duas últimas nunca tinham sido escaladas por brasileiros.

Maria Tereza trabalha no atendimento da empresa e na  logística. Sua vasta experiência em organização de eventos é essencial para o funcionamento da nossa logística em terra firme. Em 2014, Maria passou também a ajudar como assistente em diversas expedições no Brasil e países Andinos.

Mapa

Custo

O custo total da travessia é de R$ 900 (desconto especial) ou pagamento parcelado de R$ 1.035. Entre em contato para detalhes sobre formas de pagamento.

O que está incluído:

  • Liderança de Bruno Masredon
  • 1 ou 2 guias locais dependendo do número de clientes
  • Bandana do Gente de Montanha
  • Seguro viagem
  • 2 cafés da manhã na montanha
  • 2 jantares na montanha
  • 3 lanches de trilha na montanha
  • Barracas duplas
  • Taxas ambientais

O que não está incluído:

  • Equipamentos pessoais de trekking
  • Transporte São Paulo x Petropolis / Teresópolis x São Paulo (custo de R$300,00 ônibus rodoviário)
  • Passeios não mencionados no roteiro
  • Refeições não mencionadas no roteiro
  • Despesas extras (telefonemas, alimentação nas paradas…)
  • Café da manhã do primeiro dia
  • Almoço e jantar do último dia
  • Devolução de dinheiro em caso de abandono
  • Reembolso em caso de perda de equipamento por roubo ou fenômenos climáticos
  • Levar prato, talheres e copo

*Cada um é responsável por carregar seus equipamentos pessoais e os equipamentos coletivos serão divididos entre todos os participantes.

Opcionais